Ritos de Passagem

longa em animação, 93 minutos.

Baseado em dois personagens que conformam o imaginário do sertão nordestino, o Santo e o Guerreiro, os quais, após a morte, entram na barca de Caronte, o barqueiro do Rio da Morte, que lhes induz a reflexão sobre os atos e escolhas que cada um fez em resposta aos acontecimentos que a vida lhe reservou. Através dos ritos de passagem – nascimento, batismo, transição da juventude para a idade adulta, morte e transcendência – transcorrerá uma auto- análise, quando ambos discorrem sobre os acontecimentos vividos no contexto denso, dramático e adverso propiciado pelos rigores da vida áspera no sertão. Rigores que vêm gerando indivíduos carismáticos e controvertidos que arrastam atrás de si multidões em busca de uma terra mais justa e promissora.

O filme RITOS DE PASSAGEM remeterá o público às questões das mais fundamentais ao ser humano, quando na passagem da vida para a morte: o que fiz(emos) da minha(nossa) vida? Quais foram as conseqüências dos meus(nossos) atos?

www.ritosdepassagem.com.br/blog

  • Direção: Chico Liberato
  • Roteiro: Alba Liberato
  • Produção Executiva: CandidaLuz Liberato
  • Produção: Liberato Produções Culturais
  • Trilha sonora: Joao Liberato e Joao Omar
  • Execução Trilha sonora: Orquestra Sinfonica da Bahia
  • Elenco: Jackson Costa, Harildo Deda, Ingra Lyberato, Caco Monteiro, Fernando Santana, Olney Sao Paulo, Marcelo Praddo.
  • Patrocinio: Governo do Estado da Bahia, Secretaria de Cultura, Irdeb, Patroreconcavo, Ministerio da Cultura, Ancine, FSA, Finep.
  • Distribuição: Pipa Distribuidora.

Projetos

  • The Cockroach Talent Show
  • Totó Cocó e Vovó
  • Euvira
  • Ritos de Passagem
  • Bill, o touro
  • Amarilis
  • Cavalgadas
  • As Amazonas
  • Dindaconta
  • Tio Mussarela
  • Turma do Xaxado
  • On Board
  • Um Outro
  • Mães em Fúria
  • Família FC
  • Arrancados, Raízes do Brasil